PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PIBIC)

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica destina-se a alunos(a) matriculados nos cursos de graduação do ISTA e tem por objetivo possibilitar, mediante a concessão de bolsa, a iniciação à pesquisa e às práticas investigativas visando à produção de conhecimento e sua convivência cotidiana com os procedimentos científicos.

  1. Objetivos
  • Incentivar a prática de pesquisa, conforme os cânones acadêmicos;
  • Proporcionar a bolsista a aprendizagem e a exercitação de técnicas e métodos de pesquisa, supervisionado por professor(a) orientador(a);
  • Criar um espaço institucional de exercício e prática de pesquisa acadêmica.

 

  1. Organização

2.1 O Programa de Bolsa divulgará, mediante edital, o número e o valor das bolsas oferecidas no ano letivo.

2.2 As bolsas terão a duração de nove meses, correspondendo ao período de 17 de outubro até 17 de julho do ano subsequente.

2.3 Os(as) professores(as)  interessados(as)  em orientar projeto de pesquisa apresentarão, no início do período letivo, na Secretaria, a relação das áreas, temas ou pensadores em cujo âmbito estão dispostos a orientar projetos de pesquisa.

2.4 Os projetos de pesquisa deverão versar sobre áreas, temas ou pensadores(as) constantes das propostas apresentadas pelos(as)  professores(as).

2.5 O projeto de pesquisa e sua realização são de responsabilidade do aluno(a), sob a supervisão do professor(a)  orientador(a).

2.6 O(a) bolsista deverá:

  1. Estar matriculado(a) em período tal que permita completar sua pesquisa antes de concluir seu curso;
  2. Ter o seu projeto aprovado por um professor(a) orientador(a) e selecionado pela Comissão de Avaliação a que se refere o item nº 4;
  3. Dedicar pelo menos dez horas semanais para a realização do projeto;
  4. Apresentar ao gestor do programa a que se refere o item nº 3, sempre sob a orientação de um(a) professor(a), relatórios das atividades referentes ao projeto:
  • Relatórios Parciais, conforme cronograma acordado com o(a) professor(a) orientador(a) depois de completados os cinco primeiros meses de vigência da bolsa, com tolerância de um mês para a entrega.
  • Resultado Final, depois de completados nove meses de vigência da bolsa, em formato de Artigo Científico.
  1. Gestor do Programa

3.1 Os coordenadores dos Cursos de Filosofia e Teologia são os Gestores do Programa, respectivamente.

3.2 São atribuições do Gestor do Programa:

  1. Coordenar a seleção dos projetos de pesquisa;
  2. Realizar anualmente seminário no qual os(as) bolsistas deverão apresentar sua produção científica;
  3. Supervisionar o cumprimento dos compromissos assumidos pelo orientador(a) e pelo(a) bolsista, em particular, quanto à entrega e à avaliação do Relatório Parcial e Resultado Final nos prazos devidos.
  1. Processo Seletivo

4.1 A ficha de inscrição deverá ser entregue pelo estudante na Secretaria, devidamente preenchida, e de acordo com prazos e requisitos expressos em edital.

4.2 O Gestor do Programa enviará todos os projetos inscritos para a avaliação por parte de cada docente membro do Colegiado, que atribuirá uma nota classificatória, de acordo com os seguintes critérios:

  • Mérito do Projeto de Pesquisa, de acordo com a relevância da temática para as áreas de Filosofia e Teologia;
  • Histórico Escolar do Estudante.

4.3 O Gestor do Programa publicará o resultado final, considerando as notas atribuídas.

  1. Dispositivos Gerais

O(a) bolsista que não cumprir as cláusulas do programa terá seu benefício suspenso e deverá restituir todos os recursos recebidos até a data da desistência.

Belo Horizonte, 29 de agosto de 2017.

Jacir de Freitas Faria

Reitor