Na manhã do dia 27 de Outubro, enceraram-se as atividades do I Simpósio de Filosofia, Teologia e Ciências da Religião, realizado pelo ISTA e PUC Minas.

Nessa sexta-feira, o professor Dr. Roberto Márcio Starling proferiu conferência sobre o tema: “Metafísicas canibais”. Após os debates, os presentes participaram de Mesa Redonda com a participação do professor Me. Gilvander Luís Moreira, que falou sobre a “Igreja pós-conciliar”; do professor Dr. José Luiz Quadros, que refletiu sobre “O pensamento de(s)colonial na política e ação social”; e ,por sua vez, do professor Dr. Tiago Adão Lara, que fez explanação sobre a “Filosofia nos tempos contemporâneos da Cristandade ocidental”.

Ao longo do Simpósio, mais de 280 pessoas, entre pesquisadores/as, professores/as e estudantes das referidas áreas ou de afins, passaram pelo ISTA, enriquecendo as discussões acerca da urgência de um pensamento de(s)colonial no fazer filosófico, teológico e nas ciências da religião na América Latina.

Nos três dias de evento, pesquisadoras e pesquisadores brasileiros apresentaram as discussões acadêmicas mais recentes sobre o de(s)colonialismo em Conferências e Mesa Redonda, seguidas de debates profícuos com os presentes. Momento igualmente importante foram as apresentações de comunicações em grupos de trabalho, oportunidade de apresentar resultados e afinar pesquisas em andamento.

Por fim, o I Simpósio aglutinou a seriedade acadêmica com a criatividade artística, brindando a todos com apresentações de dança contemporânea e regional, música clássica e a encenação da peça, “Morte e Vida Severina”, adaptada do texto de João Cabral de Melo Neto.

O I Simpósio de Filosofia, Teologia e Ciências da Religião deixou contribuições relevantes para a vida acadêmica dos participantes e das instituições promotoras.